O Papa convida: “Leiam o Evangelho todos os dias”

“Tenhamos o hábito de levar sempre um pequeno Evangelho no bolso, na bolsa, para que possamos lê-lo durante o dia, pelo menos três, quatro versículos”, é o convite do Papa Francisco no domingo da Palavra de Deus

Jane Nogara – Vatican News

Após o Angelus, o Papa Francisco recordou que este domingo é dedicado à Palavra de Deus. Francisco disse:

“Um dos grandes dons de nosso tempo é a redescoberta da Sagrada Escritura na vida da Igreja em todos os níveis. Nunca antes a Bíblia foi tão acessível a todos: em todas as línguas e agora também em formatos audiovisuais e digitais. Continue lendo “O Papa convida: “Leiam o Evangelho todos os dias””

Somos templo de Deus

O Evangelho de hoje (Jo 2,13-22) Jesus Cristo nos fala sobre a reconstrução do templo em três dias. Ela fala de si próprio, da sua ressurreição.

No entanto, Jesus nos ensina que somos templo de Deus, pois como batizados somos morada do Espírito Santo e por isso devemos cuidar deste tempo não o pervertendo.

Ao afirmar “…não façais da casa de meu Pai uma casa de negociante…” Jesus nos chama atenção para o que fazemos com nosso corpo, templo do Espírito Santo, morada de Deus.

Nascemos com o pecado original e se não cuidarmos, somos dominados por tudo que nos leva a perdição de nosso corpo.

A Virgem Maria foi preservada do pecado original por graça de Deus. Mas, podemos seguir seu exemplo e as recomendações de Jesus para que o nosso corpo, tempo do Espírito Santo, possa ser preservado de todo mal. “O zelo da tua casa me consome” (Sl 68,10).

Evangelho: São Mateus 10,1-7

Da leitura do Evangelho da leitura de hoje, tiro este trecho do versículo oitavo “De graça recebestes, de graça deveis dar!” para que possamos refletir sobre o que recebemos de Jesus Cristo.

Temos muitos dons que recebemos de Deus gratuitamente e como estamos fazendo para retribuir a esta generosidade do Senhor.

Os dons são diversificados e em cada pessoa se manifesta de uma forma diferente, sendo que cada um, como Jesus mesmo no disse que devemos multiplicar os talentos recebidos.

Se recebemos de graça, de graça devemos coloca-los a serviço da comunidade que vivemos para que possamos criar um mundo verdadeiramente cristão.