Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 2,13-17

Jesus foi a casa do cobrador de impostos e afirmou que o médico vai ao encontro dos doentes. Nós estamos sempre doentes por causa de nossos pecados, por isso não devemos esperar Jesus vir ao nosso encontro, devemos e precisamos buscá-lo sempre para que possamos nos curar de nossos pecados. Só assim viveremos a alegria evangélica.

Precisamos nos dá por completo a Deus

O trecho do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, escrito por São Lucas, no capítulo 21, do versículo 1º ao quarto, não precisa de muita explicação, pois a conclusão dada por Jesus já nos explica tudo: “…tudo que lhe restava para o sustento”.

Porém, é importante destacar que é importante nos entregarmos totalmente a Deus. Não podemos ser de Deus pela metade, apenas quando nos convém ou quando precisamos do seu apoio, consolo ou mesmo para reclamar da vida que levamos.

Ser completo de Deus, dar tudo, inclusive aquilo que é para o nosso sustento como fez a viúva do Evangelho, é confiar na providência. É confiar totalmente em Deus, inclusive nos momentos de tribulação.

Por isso, este trecho do Evangelho nos diz muito e não apenas do que precisamos dar com relação a bens materiais, mas nossa vida por completo.

Lembremos que Deus se deu e se dá por inteiro a nós. Ele não se dá pela metade e em resposta a este amor incondicional, precisamos nos dá a Ele por completo.

Que o Senhor da história, de nossa vida, por meio da intercessão da Virgem Maria, que se deu por completo a Deus, possamos a cada dia testemunhar este amor.

Paz e Bem, na alegria do Senhor Jesus com as bençãos e a intercessão da Virgem Maria.

Somos templo de Deus

O Evangelho de hoje (Jo 2,13-22) Jesus Cristo nos fala sobre a reconstrução do templo em três dias. Ela fala de si próprio, da sua ressurreição.

No entanto, Jesus nos ensina que somos templo de Deus, pois como batizados somos morada do Espírito Santo e por isso devemos cuidar deste tempo não o pervertendo.

Ao afirmar “…não façais da casa de meu Pai uma casa de negociante…” Jesus nos chama atenção para o que fazemos com nosso corpo, templo do Espírito Santo, morada de Deus.

Nascemos com o pecado original e se não cuidarmos, somos dominados por tudo que nos leva a perdição de nosso corpo.

A Virgem Maria foi preservada do pecado original por graça de Deus. Mas, podemos seguir seu exemplo e as recomendações de Jesus para que o nosso corpo, tempo do Espírito Santo, possa ser preservado de todo mal. “O zelo da tua casa me consome” (Sl 68,10).