Assumir a nossa cruz ao testemunhar Cristo

Na leitura de hoje, Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus (10,34-39) destaco dois versículos.

O primeiro, “Não julgueis que vim trazer a paz à terra, vim trazer não a paz, mas a espada” (34).

Neste versículo podemos fazer várias reflexões, sendo a principal delas, mais um anúncio do sofrimento que Cristo enfrentou. Mas, podemos também ter outro olhar, que trata especificamente da nossa adesão ao projeto de Jesus Cristo, ao fato de optarmos em ser discípulos /missionários, levando a sua mensagem em todos os ambientes.

Esta decisão nos leva também ao sofrimento, pois como vimos ao longo da história da Igreja, muitos cristãos morreram e ainda morrem em nome de Jesus Cristo.

O segundo versículo, “Quem não toma a sua cruz e não me segue não é digno de mim” (38). Aqui podemos dizer que é a conclusão de todo chamado que Deus nos faz para segui-lo, amá-lo e testemunhar seu amor entre as nações, em todos os ambientes que vivemos, principalmente em nossa família.

Muitos de nós sabemos que não é fácil testemunhar o amor de Cristo e ser discípulo/missionário de Jesus nos ambientes que vivemos. Mas, como o próprio Jesus afirma: “Quem não toma a sua cruz e não me segue não é digno de mim”.

Precisamos assumir e vivenciar também os sofrimentos, as frustrações, as tristezas, angustias, etc, etc. Se vivermos cada momento destes e mantendo-se fiel a Cristo, acredito que estamos nos caminho certo. Um caminho que não é fácil, mas prazeroso, pois nossa opção e testemunho é por alguém que vale a pena e que nunca nos abandona ou nos trai.

Sejamos fiéis ao Cristo e assumamos a nossa cruz nesta caminhar com ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *